Clique aqui e

SEJA UM COOPERADOR

© 2018 A Mensagem Para Crianças / Editora A Mensagem - CNPJ: 19.721.615/0001-35 

Avenida A, 680/16, Bairro Protásio Alves, Porto Alegre / Rio Grande do Sul 

Nossos produtos são entregues entre 03 - 15 dias úteis - Livros, Livretos e sermões de William Marrion Branham

>>>>>>>

Tags: Pesquisa relacionada a William Marrion Branham, william marrion branham, profeta william branham, irmao branham, quem e william branham, livros william branham, pregacoes william branham, mensagem de william branham, william branham livros, william branham frases, william branham profecias, william branham em portugues, william branham quem foi, william branham mp3, video william branham, william branham profeta do seculo xx, biografia de william branham, william branham cura divina, sobrenatural william branham, visões william branham, milagres william granham, william branham e oral roberts, william branham e o reavivamento pentecostal, video especial william marrion branham, video profeta do seculo vinte, video william branham um fundo clama por outro fundo, video william branham um abismo clama por outro abismo, sermoes william branham, mensagens de william branham, livretos sobre william branham, mensagem de william branham, a vida sobrenatural de william branham, profeta william branham,  livretos sobre o profeta branham, mensagem do profeta branham,  a vida sobrenatural do profeta branham, filmes do profeta, filmes de william branham, filmes profeta william branham

Uma Lição de Atitude

Uma Lição de atitude  

Na cidade de Tucson no Arizona, uma loja de materiais de caça promovia uma competição de  caça, na qual quem trouxesse o maior javali receberia uma recompensa.

O caçador devia trazer sua caça à loja para ser pesada e registrada, a fim de obter a tão sonhada recompensa; uma espingarda Winchester.

E aproximando a primavera, os caçadores ansiosos, se preparavam para participarem dessa competição. Eles mau podiam esperar pelo último dia e última hora da temporada de caça para levarem sua caça e a pesarem.

Num determinado ano, o profeta William Branham e dois de seus amigos próximos, estavam caçando perto da fronteira do México, a mais ou menos umas 30 milhas de distância de onde ocorria a competição de caça. Aquele era o último dia de uma temporada de caça que havia, e até então, não haviam encontrado nenhuma caça.

A noite estava se aproximando, quando de repente o profeta William Branham avistou um enorme javali e dentro de segundos ele o matou. Ao se aproximarem da caça, ficaram espantados com o tamanho daquele javali, um dos maiores que eles já tinham visto. Então, eles rapidamente decidiram que tentariam levá-lo à cidade para o registrar e receber a recompensa.  

Chegando lá, o irmão Branham apressou-se em direção à entrada enquanto seus amigos esperavam no caminhão. Pois a hora já era avançada e faltava poucos minutos para finalizar a  competição.

Na entrada da loja, um homem de idade, provavelmente um caçador, estava sentado nos degraus com sua espingarda ao seu lado. E o avistando ali, o profeta William Branham lhe  perguntou:

– “O torneio acabou? A recompensa já foi conquistada?”.  

E o homem respondeu:

– “Não”, ainda faltam alguns minutos para acabar”.  

Quando o profeta William Branham ia alcançando a porta, aquele homem exclamou: “Por enquanto, o maior é o meu”.  

Instantaneamente, naquele exato momento o sentido de urgência do profeta desapareceu, e ele voltou e sentou-se próximo ao caçador.  

“Quão grande é o seu porco?” O profeta perguntou.

E ao mesmo tempo que fazia está pergunta, ele aproveitava para observar sorrateiramente a espingarda velha e mutilada daquele homem.

“É um bom; vinte dois quilos”. O homem declarou orgulhosamente.

Os amigos do profeta vendo, mas não entendendo a razão do porque ele estava sentado nos degraus, ao invés de ir para dentro para registrar o maior porco que agora deitava na parte de trás da pick-up, começaram eles mesmos a descarregar o animal.

Mas o irmão Branham avistando os, imperceptivelmente balançou sua cabeça e os interrompeu.  Confusos, eles pararam de retirar o javali da pick-up e simplesmente pararam próximo a pick-up e aguardaram, sem saberem o que fazer.  

Por algum momento, os dois homens na escada continuaram conversando até que finalmente o tempo para a competição havia expirado, e o caçador mais velho ganhou aquela nova espingarda.

Mas os amigos de caça do irmão Branham não estavam totalmente contentes. E à medida que os três se dirigiam para casa sem o prêmio que eles sabiam que poderiam facilmente ganhar, eles interrogaram o profeta:  “Você deveria ter reclamado o prêmio, depois você poderia ter dado a arma ao outro homem, e seu nome teria estado no livro dos recordes. Você tinha o maior porco!”.

E o profeta admitiu:  

“Sim, eu poderia ter feito desta maneira, e se um outro caçador no ultimo minuto tivesse exibido um animal maior do que aquele homem de idade, eu teria registrado o meu e depois dado ao velho caçador o prêmio. Mas, sempre significará mais para ele, tendo conquistado isto por si mesmo”.  

“Mesmo tendo todas as possibilidades de ganhar, escolher perder por amor ao próximo é a maior recompensa.”

(Esta história foi extraída do site Only Believe, mantido pelo Ir. George Smith e Rebekah Branham Smith (In Memorian) e traduzido na íntegra para a língua portuguesa para benefício espiritual dos crentes no Brasil.)

Mensagem : “Ide dizeis as meus discipulos / Parágrafo 192. Pregado em 5 de Abril de 1953 –  Jeffersonville Indiana U.S.A